Sarah Brightman x Ennio Morricone

A cantora inglesa Sarah Brightman conseguiu o impossível: permitir que o compositor italiano Ennio Morricone permitisse que ela colocasse letra em uma composição de autoria dele. Mas para isso foi preciso uma certa insistência de la Brightman. Vale lembrar que Morricone não deixa que suas composições ganhem letra e virem canções.

A faixa Gabriel’s Oboe do filme The Mission (1986) virou “Nella Fantasia” no álbum Eden, lançado pela cantora no ano de 1998. Morricone é autor de diversas trilhas musicais em vários filmes e ganhou muitos prêmios por causa disso. Uma deles é o grudento, no bom sentido, tema de Companheiros/Os Matadores (Vamos a matar, compañeros, 1970 de Sergio Corbucci), como contou o blog La Dolce Vita. Trabalhos antigos de Morricone também foram reaproveitados no filme Django Livre. O motivo: o artista italiano se recusou a trabalhar na trilha por estar ocupado.

A letra de Nella Fantasia fala sobre um mundo melhor, mais justo e é de autoria da compositora italiana Chiara Ferraù (cujo sobrenome serviu de inspiração para a criação do personagem principal do meu primeiro livro), que trabalhou com Sarah em várias obras. No DVD One night in Eden, Sarah explica à plateia que teve que insistir com o compositor italiano:

“Minha próxima canção foi originalmente um instrumental escrito pelo compositor Ennio Morricone para o filme “The Mission”. Cerca de três anos atrás eu escrevi ao Sr. Morricone, perguntando se ele poderia me dar permissão para transformar o instrumental em uma canção. Ele categoricamente recusou. Assim, a cada dois meses eu enviei uma carta pedindo, até que eu acho que ele ficou tão cansado de mim que finalmente cedeu. E estou realmente feliz por ele ter cedido pois eu acho que ela funciona muito bem como uma canção”.

Sarah Brightman durante o show One Night In Eden

site de Jos van Geffen traz o relato de duas pessoas que viram o filme The Mission. Uma delas é Lianne Lopes que afirmou que as palavras se encaixam muito bem no filme. “The Mission é sobre um padre jesuíta nas selvas do Brasil no século 18. (…) É um filme triste sobre a ganância e a política destruindo a vida das pessoas, nomeadamente as dos nativos da selva e os missionários jesuítas”.

Outro internauta do site, Carlos Pineda disse ainda que o filme é sobre pessoas que vieram ao Brasil para ensinar o evangelho e no final são assassinadas por causa das ideias religiosas. “Nella Fantasia é uma música perfeita, com letra perfeita para o filme”, escreveu Pineda.

Depois de Sarah, vários cantores regravaram Nella Fantasia com as letras de Chiara Ferraù como Celtic Woman, Il Divo, Katherine Jenkins, Rhydian, Anthony Callea entre outros.

E Sarah não parou por aí. Após insistir com Nella Fantasia, ela regravou La Califfa no álbum La Luna, lançado na sequência de Eden.

Você pode conferir a versão Gabriel’s Oboe do Morricone aqui. E para encerrar este post, vamos ouvir Nella Fantasia de Sarah Brightman:

Deixe uma resposta